Cruroplastia – lifting de coxas

Cruroplastia – lifting de coxas

A flacidez, excesso de gordura e sobra de pele nas coxas é uma queixa comum no consultório de cirurgia plástica. Algumas pessoas adquirem essa característica esteticamente desagradável simplesmente pelo envelhecimento e perda da elasticidade da pele, outras, mesmo em idade mais jovem, podem apresentar esse problema devido a grandes perdas de peso.
Cruroplastia, lifting de coxa ou ainda dermolipectomia de coxa são os nomes da cirurgia indicada para o tratamento dessa condição.
É essencial que durante a consulta médica você discuta todas suas expectativas quanto ao resultado da cirurgia. Só assim, junto com seu cirurgião plástico, poderá ser definido um plano cirúrgico possível, que se aproxime das suas expectativas e ao mesmo tempo seja seguro e propicie um resultado natural.
Pré operatório:

– São solicitados exames de laboratório de rotina. Dependendo da sua idade e condições de saúde, podem ser solicitados também exames cardiológicos e outros específicos.

– Devem ser comunicados ao cirurgião todos medicamentos em uso, inclusive fitoterápicos. Alguns medicamentos, principalmente anticoagulantes e AAS devem ser suspensos no mínimo 7 dias antes do procedimento.

– Deve ser obedecido o jejum absoluto (sólidos e líquidos) de 8 horas antes da cirurgia.

 

Procedimento Cirúrgico:

– Você discutirá com o cirurgião e o anestesista o tipo de anestesia mais indicado para o seu caso. As técnica mais utilizada é a raquianestesia (mesma utilizada para o parto).

– O tamanho e a localização da cicatriz será determinado pelo grau de flacidez e de quantidade da sobra de pele. Nos casos moderados e severos, a incisão será posicionada na face medial da coxa (lado que fica em contato com a outra coxa) e vai desde a região do joelho até a virilha. Em alguns casos especiais, pode-se realizar a incisão apenas na região da virilha.

-A maioria dos pacientes tem indicação de realizar lipospiração da coxa juntamente com a curuplastia.

– Apesar de o resultado quanto a flacidez de pele ser excelente, a cicatriz resultante do procedimento pode ser um fator determinante na sua decisão por optar pela cirurgia. Ao contrário de outras cicatrizes da cirurgia plástica, essa é uma cicatriz que tende a ficar alargada. Desta maneira é importante você tirar todas suas dúvidas com seu cirurgião plástico para decidir se esse procedimento é adequado para você.

 

Pós operatório:

– O tempo de internação normalmente é entre 8 e 24 horas.

– A dor no pós operatório é resolvida com analgésicos comuns, um dolorimento é esperado nas primeiras semanas.

– É necessário o uso de uma calça compressiva especifica por pelo menos 30 dias, além de curativos com micropore sobre as incisões.

– A melhora do contorno corporal acontece imediatamente após a cirurgia, entretanto no pós operatório é esperado edema (inchaço) e equimoses que irão melhorando ao longo das semanas.

– A realização de drenagem linfática pós operatória não é obrigatória, mas pode ajudar a resolver mais rápido o edema e diminuir o dolorimento pós operatório. Somente profissionais treinados em fisioterapia pós operatória estética estão habilitados para realizar este tipo de tratamento. Solicite mais informações ao seu cirurgião.

– O retorno ao trabalho é feito entre 7 a 10 dias, dependendo da sua atividade.

– A atividade física é retomada gradualmente após a cirurgia, mas durante o primeiro mês exercícios vigorosos estão contra indicados.

 

Date

20 Mai 2019

Tags

Cirurgia após Perda de Peso